A Associação Angolana de Empresas de Publicidade & Marketing (AAEPM) apresentou ao público na quinta-feira, 6 de Outubro, na Casa Viana, os seus novos órgãos sociais, para cumprir um mandato de cinco anos. Fazem parte da direção da Associação, a Isenta Comunicação, a Executive Center, a Central de Ideias, a Nine Filmes, a Big Media, a Núcleo de Comunicação e a Born-Angola.

Esta nova direcção assume assim a responsabilidade de lutar pela credibilização da AAEPM e seus associados no mercado e desenvolver iniciativas que permitam

perceber a importância da publicidade na economia nacional enquanto potenciadora de geração de emprego.

Para isso, a AAEPM compromete-se em ser ouvinte atenta dos problemas dos seus associados, “tentaremos perceber como ajudar”, o que implica “um diálogo transversal com as instituições nacionais quer a nível do Governo, associações empresariais e outros parceiros”.

Como associação, a AAEPM deseja ser percebida como uma indústria que contribui activamente para o Produto Interno Bruto do país (PIB) e que pretende regressar a números em que o investimento privado, em media, a preço de tabelas já atingiu quase 400 milhões de dólares (sem contabilizar os salários e impostos).

Para esta nova Direcção, os números indicam que a associação seja ouvida, “Entendemos nós que a AAEPM dentro do processo de diversificação da economia e da substituição das importações e aumento das exportações tem um grande papel a desenvolver, conferindo não só o seu profissionalismo, criando marcas de sucesso, não só internamente, mas também no mercado internacional, enfatizou.

A AAEPM tem como estratégias de governação, apoiar as actividades dos seus associados através da instalação de serviços jurídicos, procurando esclarecê-los sobre a legislação em vigor, dirimir conflitos e apontar as melhores práticas. Ainda promover apoio fiscal aos associados através de parcerias com entidade competentes que ajudem nos esclarecimentos necessários. Está também em agenda a criação de cursos de extensão universitária, no ensino superior para estimular nos jovens o interesse pelas disciplinas da comunicação e a sua formação técnico-profissional.

A AAEPM é uma instituição que pauta pela legalidade, pela observação dos estatutos e da lei das associações privadas, conferindo idoneidade através da sua representatividade.

Em 2010, a instituição foi refundada com o objectivo de a tornar mais profissional, foi neste período que a associação, mediante uma assembleia geral, foi elevada a categoria de associação de empresas, deixando de congregar apenas pessoas individuais.

Na cerimónia de tomada de posse da nova administração da AAEPM estiveram presentes membros da associação de empresários, presidente da Confederação Empresarial de Angola, representantes do INADEC, da Direcção Nacional dos Direitos de Autores e Conexos, do Ministério da Economia e Planeamento, da Comunicação Social e convidados.